PRESENTES

Para guardar no lado esquerdo do peito (e na cabeceira): dicas de presentes para o Dia do Amigo

Para guardar no lado esquerdo do peito (e na cabeceira): dicas de presentes para o Dia do Amigo

|

Compartilhe esse texto: Email
0
Para guardar no lado esquerdo do peito (e na cabeceira): dicas de presentes para o Dia do Amigo

Confira sugestões para presentear seus melhores amigos. Livros de gastronomia, cultura pop e biografias estão entre as pedidas para comemorar a data e reforçar os laços.

“A gente não faz amigos, reconhece-os”. A frase do saudoso Vinicius de Moraes embala esse post com dicas para presentear a família que você pôde escolher. Vinte de julho, reconhecido como o Dia do Amigo, traz a chance de celebrar ainda mais essa troca. Dia de abraços, passeios, desabafos, risos, confissões e afetos. O fato de, este ano, a data cair num sábado é um incentivo a mais para colocar os planos em prática e renovar os votos de amizade. Quem quiser incrementar o combo com um presente-livro está no lugar certo. Abaixo, algumas sugestões da Sextante.  

Amigos curiosos

Essas dicas vão ao encontro dos amigos que abraçam a cultura nerd e ainda dos que gostam de desbravar a vida de personalidades. O primeiro time vai se divertir com as 80 curiosidades compiladas no livro Dúvida Cruel, de Iberê Thenório e Mariana Fulfaro, responsáveis pelo Manual do Mundo, divertido canal no YouTube sobre ciência. O livro vai abastecer seus amigos com pílulas para animar e esticar qualquer conversa: Quantos dias a gente sobrevive sem comida? Por que não conseguimos espirrar com os olhos abertos? Por que esquecemos rápido dos nossos sonhos? Se cada “por quê?” respondido for um deleite para seu amigo, eis aqui um presente certeiro.

Outra boa aposta são as biografias lançadas pela Sextante. Você pode aproveitar que “Turma da Mônica – Laços” está bombando nos cinemas para presenteá-lo com Mauricio, livro que conta a história do criador desses personagens que povoaram e povoam a infância de inúmeras gerações. Viva Mauricio de Sousa! Nessa linha, vale descobrir também o homem por trás do eterno trapalhão Didi. Renato Aragão: Do Ceará para o coração do Brasil, de Rodrigo Fonseca, recupera a rica trajetória do artista.

Gostou da ideia? Indico ainda Direto de Washington, no qual o publicitário Washington Olivetto revisita suas glórias e percalços. Muito mais glórias que percalços, é verdade. E, claro, Rogéria, livro de Marcio Paschoal que ajudou a cristalizar as alegrias e contradições da artista, que morreu em 2017. Sabe que ela idealizou como gostaria de morrer e detalhou isso naquelas páginas? Ficou curioso? É por aí…

Amigos gourmet

O amigo gosta de cozinhar, mas nem sempre acerta no tempero? Ou tem vontade de experimentar receitas diferentes e sair da mesmice? Simplíssimo, de Jean-François Mallet, é um excelente ponto de partida. Ele é recheado com receitas rápidas, fáceis e saborosas. Para se ter ideia, a maior parte delas leva de dois a seis ingredientes. Tudo no estilo BBB: bom, bonito e barato. Há opções de aperitivos, entradas, pratos principais e sobremesas.

A influência francesa também é evidente em Claude Troisgros: Histórias, dicas e receitas. O título já diz tudo. Uma marravilha, não é? O carismático chef relembra os primeiros passos na cozinha e compartilha conceitos, receitas e técnicas essenciais. É ler, praticar e saborear.

Amigos viciados em séries e filmes

Para eles, há três guias essenciais. 1001 séries de TV para assistir antes de morrer, de Paul Condon, é fundamental para quem deseja desbravar a história das séries, conhecendo melhor fenômenos contemporâneos e antigos. Para celebrar a data, escreva um bilhete e deixe na página dedicada a “Friends” – claro, a série do sexteto não poderia ficar de fora – ou na atração que você e seu amigo mais curtiram juntos. A lista é ampla, desdobra muitas décadas, e inclui “Lost”, “Breaking Bad”, “Família Soprano”, “Homeland”  e “Game of Thrones”. Isso para ficar nas mais recentes.

O selo também vale para o cinema. 1001 filmes para ver antes de morrer, de Steven Jay Schneider, assim como o exemplar acima, traz textos assinados por inúmeros profissionais do meio, além de ser fartamente ilustrado. É uma viagem que se preocupa tanto em celebrar obras fundantes da sétima arte quanto aquelas que saíram dos cinemas há menos tempos. Se os serviços de streaming são criticados justamente pela pouca inclusão de clássicos, o livro faz um movimento importante ao lembrá-los. O espectador deve fazer o resto.

Voltado para a programação nacional, 101 atrações de TV que sintonizaram o Brasil é outra ótima pedida. A jornalista Patrícia Kogut, dona de uma coluna diária sobre televisão no jornal O Globo, revisita a história de quase sete décadas do aparelho que acompanhou as transformações do país. Programas, novelas e personalidades são destacados pela autora, que relembra produções que fisgaram o coração do público.

Amigos desorganizados

Acumuladores, desatentos e distraídos têm vez por aqui. Essas características quase sempre compõem a personalidade de um amigo desorganizado, não é? Como aproveitar o tempo? Como treinar o desapego? Como fazer tudo que eu preciso? Ahhhhhh. Sem desespero. Alguns livros são especialmente eficazes nessa luta. Para começo de conversa, apresento Marie Kondo.

Especialista em arrumação, essa jovem japonesa conquistou a atenção de milhões de pessoas pelo mundo com suas técnicas para arrumar a casa e a vida de seus clientes. Ela tem até série na Netflix (acesse aqui). Dois títulos da Sextante podem ser muito úteis ao amigo desorganizado: A mágica da arrumação – o nome diz tudo, né? – e Isso me traz alegria, um guia ilustrado em que ela mostra como arrumar cada cômodo da casa e aborda questões que ficaram de fora do livro anterior.

Se o problema é organizar a rotina, o Diário em tópicos é um presente infalível. Essa mistura de agenda, diário e lista de afazeres reúne num só caderno as informações mais importantes da sua rotina. Há, inclusive, uma edição especial com guia prático e caderno pontilhado que vai ajudar o amigo desorganizado a entender melhor o método. Aí não tem erro. Rs

A técnica Pomodoro, por sua vez, é outro que pode fazer a diferença para quem vive desesperado com o passar do tempo e não sabe se organizar. O método criado pelo italiano Francesco Cirillo faz sucesso há muito anos e já foi testado por alunos às voltas com estudos e até mesmo por empresas. Foco e concentração estão entre os principais ganhos da técnica.

Este post foi escrito por:

Filipe Isensee

Filipe é jornalista, especialista em jornalismo cultural e mestrando do curso de Cinema e Audiovisual da UFF. Nasceu em Salvador, foi criado em Belo Horizonte e há oito anos mora no Rio de Janeiro, onde passou pelas redações dos jornais Extra e O Globo. Gosta de escrever: roteiros, dramaturgias, outras prosas e alguns poucos versos estão em seu radar.

Este post foi escrito por:

Filipe Isensee

Filipe é jornalista, especialista em jornalismo cultural e mestrando do curso de Cinema e Audiovisual da UFF. Nasceu em Salvador, foi criado em Belo Horizonte e há oito anos mora no Rio de Janeiro, onde passou pelas redações dos jornais Extra e O Globo. Gosta de escrever: roteiros, dramaturgias, outras prosas e alguns poucos versos estão em seu radar.

Tags: PRESENTES
Livro

Francesco Cirillo

Dono da Cirillo Consulting, uma firma de consultoria de negócios baseada em Berlim que trabalha com muitas das maiores empresas do mundo. Sua técnica foi adotada por especialistas em produtividade em inúmeros países. Originalmente uma publicação on-line independente que se tornou viral, atingindo mais de 2 milhões de pessoas, esta é a primeira vez que A Técnica Pomodoro é lançado como livro físico.

VER PERFIL COMPLETO
Livro

Mais de 2 milhões de pessoas já usaram a Técnica Pomodoro® para mudar a própria vida, tornando-se mais produtivas e focadas. Esta edição totalmente atualizada inclui material exclusivo sobre trabalho em equipe, para ajudar você e seus colegas a serem mais produtivos que nunca. “Este método é capaz de fazer qualquer pessoa aprender a ter […]

Francesco Cirillo

Dono da Cirillo Consulting, uma firma de consultoria de negócios baseada em Berlim que trabalha com muitas das maiores empresas do mundo. Sua técnica foi adotada por especialistas em produtividade em inúmeros países. Originalmente uma publicação on-line independente que se tornou viral, atingindo mais de 2 milhões de pessoas, esta é a primeira vez que A Técnica Pomodoro é lançado como livro físico.

VER PERFIL COMPLETO

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Concorra ao livro “A técnica pomodoro” de Francesco Cirillo
SORTEIO

Concorra ao livro “A técnica pomodoro” de Francesco Cirillo

“Este método é capaz de fazer qualquer pessoa aprender a ter foco.” – The Wall Street Journal O sistema de gerenciamento de tempo que transformou o modo como trabalhamos. Mais de 2 milhões de pessoas já usaram a Técnica Pomodoro para mudar a própria vida, tornando-se mais produtivas e focadas. Sortearemos 5 exemplares do livro A […]

LER MAIS