“Vá em frente” traz conselhos valiosos para fazer seu negócio deslanchar - Sextante
AUTOAJUDA

“Vá em frente” traz conselhos valiosos para fazer seu negócio deslanchar

“Vá em frente” traz conselhos valiosos para fazer seu negócio deslanchar

|

Compartilhe esse texto: Email
“Vá em frente” traz conselhos valiosos para fazer seu negócio deslanchar

Empreendedorismo, transformação e sonho: “Vá em frente” ensina o caminho das pedras para você não abrir mão de seus desejos e montar um negócio bem-sucedido. Livro destaca ações para ajudá-lo a alcançar suas metas

Romi Neustadt promoveu uma significativa guinada em sua vida ao abandonar antigas ocupações – ela era advogada e relações públicas – e enveredar pelo mundo dos negócios. A independência financeira e a liberdade coroaram um percurso profissional repleto de desafios. Entre acertos e erros, ela se firmou como uma respeitada voz nessa área, especialmente interessada em contagiar mulheres que também sonham com novas perspetivas profissionais. O conselho de Neustadt não é outro senão o título do seu livro: Vá em frente reúne ensinamentos e lições para “ajudar você a aprender a abrir caminho até a vida que realmente deseja”.

Embora o foco seja o campo profissional, muitas dicas da autora visam encorajar uma reflexão ainda mais ampla. O convite é para que você repense seu caminho e se deixe guiar pelos desejos mais genuínos. “Sou a prova viva de que ganhar uma renda mensal de seis dígitos é possível. De que ganhar dinheiro suficiente para permitir que seu cônjuge busque exatamente o que ele deseja é possível. De que planejar sua vida em torno dos filhos é possível. E de que viajar para os lugares que você quer visitar antes de morrer é possível. E, finalmente, de que doar seu tempo a causas importantes e doar mais dinheiro do que ganhava antes também é possível. Se você não está pensando grande assim, se não está pensando em possibilidades ilimitadas, está na hora de começar. E vou ajudá-la a chegar lá”, frisa.

Antes de devorar o livro, conheça, abaixo, alguns dos conselhos valiosos contidos nas páginas de Vá em frente.

Quando o fracasso aparece

De cara, Romi Neustadt destaca quatro motivos principais para o fracasso: 1) A pessoa não é treinável; 2) A pessoa não trata o negócio como um negócio; 3) A pessoa não está disposta a ficar pouco à vontade; 4) A pessoa não tem fome suficiente. Você se encaixa em alguma desses modelos? É imprescindível fazer essa avaliação e ajustar sua personalidade aos preceitos de uma nova empreitada que visa o sucesso. Especialmente no começo de uma nova jornada, por exemplo, é normal se sentir mais desconfortável e vulnerável. Esse sentimento faz parte de um processo que, com o tempo, será superado. Você precisa compreender que o erro faz parte de uma rotina em  desenvolvimento. “Seu negócio não continuará crescendo se você parar de se esforçar o tempo todo. E isso significa que você vai cometer erros. Porém eu sei, por experiência própria, que a gente só cresce de verdade quando se dispõe a cometer erros e a aprender com eles”, ensina. A força que movimenta o negócio deve partir de você. Não perca esse quarteto de vista.

Balada do porquê inabalável

Fazer as perguntas certas faz diferença para quem quer se reinventar na profissão e na vida. Uma das mais importantes é: você sabe o porquê de querer montar seu próprio negócio? Descobrir o propósito é o princípio do sucesso. O motivo deve te mobilizar, de modo a manter sua dedicação. Da mesma forma, a descoberta deve ser comunicada com entusiasmo aos seus sócios e colaboradores. “Você precisa de um porquê inabalável para atravessar tempos difíceis. E esse porquê tem que ser sobre você e por você”, afirma Neustadt. Importante: os porquês evoluem com o negócio. Não se furte em substituí-lo e verifique sempre suas prioridades.

E sonhos não envelhecem

A consultora relata a resistência de muitas pessoas em embarcar nos sonhos, um entrave para a descoberta desse propósito. “É tão fácil ficarem atoladas na realidade como ela é que param de sonhar com a realidade como ela poderia ser”, Neustadt salienta. Sonho é uma palavra que alimenta os principais projetos de vida das pessoas, ela insiste. O pedido da autora é que você se permita acreditar nesses sonhos. É claro que desejar é apenas parte de um caminho, mas uma parte importante. Pergunte-se: o que você quer? A resposta o levará a estabelecer metas. Continue a nadar…

Os alvos e as metas

Opa! Aqui surgem novas perguntas. A trilha básica de interrogações inclui: 1) O que você quer realizar?; 2) Quando quer realizar?; 3) Por que quer realizar?. Há outras dicas na hora de lapidar essas metas. Segundo a autora, elas devem ser específicas, mensuráveis, alcançáveis, realistas e precisam ter um prazo definido.  “Estabelecer metas realistas é importante porque, embora você possa alcançar quase tudo o que quiser, é preciso ser realista sobre o tempo que vai levar para fazê-lo. Isso depende do tempo de que dispõe e pode empregar em seu negócio”. A ideia é que a cada meta alcançada, você aumente sua confiança em si. Entenda esse momento como um processo e procure aprender sobre cada novo desdobramento.

A diferença entre querer e fazer

Há um ponto pacífico numa conversa sobre sucesso: na maioria das vezes, você não chega a ele facilmente. Neustadt é franca com os leitores ao sublinhar que estar à frente de um negócio exige persistência e contato diário com outras pessoas. É como uma loteria, ela compara. Assim, é normal que nesse processo você se cobre resultados imediatos e, diante da demora em alcançá-los, pense em desistir. É bem provável que todo líder tenha passado por um período de desânimo do tipo, mas domar a insegurança é parte do espírito empreendedor. Ela destaca uma frase, de autoria desconhecida, que norteou suas ações quando montou seu negócio e que deve auxiliar você também: “Empreendedorismo é viver alguns anos da vida como a maioria não gostaria para poder passar o resto da vida como a maioria não poderia”. Mesmo diante de uma perspectivas de trabalho duro, para ela é possível treinar o cérebro para que essa rotina seja orquestrada pelo prazer, não pela dor (no livro, a autora indica um exercício  para essa reprogramação).

Contato é fundamental

Falo aqui da famosa lista de contatos, considerada por Neustadt uma tábua de salvação. No momento de recorrer a ela, você já deve ter estabelecido as bases do seu negócio e ter determinado algumas metas de curto prazo. Atualizar e aprimorar essa lista é uma tarefa diária, pois se trata de um patrimônio valioso. Crie uma lista geral e inclua “todos os seres humanos que você conhece”, sem colocar em categorias segmentadas. Nessa rede estão colaboradores e clientes em potencial: “O segredo para aumentar a lista o tempo todo é sair de casa e fazer novos amigos todos os dias. Nunca deixe de se apaixonar pelas pessoas – conectando-se com elas, aprendendo sobre elas e descobrindo se tem algo de valor para lhe oferecer”. A escritora reforça também a importância de ouvir mais as pessoas para identificar oportunidades.

Contadores de histórias

É assim que Neustadt define os empreendedores. Por isso, quanto melhor for a sua história, mais chance de sucesso você terá. “É importante saber elaborar e revisar sua história e a das integrantes de sua equipe. Também é preciso aprender a adaptá-la para se conectar com a pessoa com quem estiver conversando”, ensina. Uma boa história tem a capacidade de fisgar emocionalmente e prender a atenção das pessoas. “Explicar por que você quis iniciar um negócio próprio, o que fez (ou vai fazer) com ele e como alguém como elas pode fazer algo assim vai criar uma conexão emocional”, continua ela. O tal porquê, discutido no começo do texto, é apenas parte da sua história. A sugestão dela é que essa pequena narrativa, de 45 segundos a um minuto, envolva quatro etapas: 1) Quem você é e onde esteve; 2) O que aconteceu em sua vida que a fez procurar algo mais; 3) Como soube de sua empresa e por que tinha que fazer parte dela; 4) O que a empresa faz ou fará por você. Corte tudo o que for essencial, pense num clímax cativamente e tenha consciência que sua história evoluirá.

A transformação

O crescimento profissional é inerente à dedicação. É importante ter paciência e compreender o funcionamento de cada nova etapa. Neustadt conta que, no começo, ela era péssima para contar a história de seu novo negócio: falava muito e escutava pouco. “Embora eu fosse horrível e não soubesse o que estava fazendo, comecei a montar uma equipe e uma base de clientes”, ela lembra. Daí a importância da lista! A autora aponta uma série de dicas para evitar os erros que ela cometeu. Sobre a importância de manter a autenticidade, ela salienta: “As pessoas reagem a pessoas reais. Você é simplesmente um ser humano que tem algo a oferecer e que só está tentando descobrir se isso tem valor para o ser humano com quem está conversando”.

Este post foi escrito por:

Filipe Isensee

Filipe é jornalista, especialista em jornalismo cultural e mestrando do curso de Cinema e Audiovisual da UFF. Nasceu em Salvador, foi criado em Belo Horizonte e há oito anos mora no Rio de Janeiro, onde passou pelas redações dos jornais Extra e O Globo. Gosta de escrever: roteiros, dramaturgias, outras prosas e alguns poucos versos estão em seu radar.

Este post foi escrito por:

Filipe Isensee

Filipe é jornalista, especialista em jornalismo cultural e mestrando do curso de Cinema e Audiovisual da UFF. Nasceu em Salvador, foi criado em Belo Horizonte e há oito anos mora no Rio de Janeiro, onde passou pelas redações dos jornais Extra e O Globo. Gosta de escrever: roteiros, dramaturgias, outras prosas e alguns poucos versos estão em seu radar.

Tags: AUTOAJUDA
Livro

Romi Neustadt

Romi Neustadt é uma ex-advogada e ex-executiva de relações públicas que abandonou a remuneração por serviços prestados e a substituiu pela independência financeira de um negócio de marketing de rede. Em menos de três anos, construiu um negócio milionário que lhe permitiu levar a vida que sempre quis. Romi ama ajudar as pessoas a desenvolverem o seu potencial para que, assim como ela, todos tenham liberdade para escolher como querem viver, trabalhar, criar a família e se divertir. Mora em San Diego, nos Estados Unidos, com o marido, John, e os filhos, Nate e Bebe.

VER PERFIL COMPLETO
Livro

GANHADOR DO PRÊMIO MELHOR LIVRO INDEPENDENTE DE NÃO FICÇÃO DE 2016.  Um plano claro e sem enrolação para montar um negócio lucrativo de marketing de rede.  Construir um negócio de vendas bem-sucedido não tem a ver só com o desenvolvimento do negócio. Tem a ver com o seu desenvolvimento.                                              Cansada de se dividir entre […]

Romi Neustadt

Romi Neustadt é uma ex-advogada e ex-executiva de relações públicas que abandonou a remuneração por serviços prestados e a substituiu pela independência financeira de um negócio de marketing de rede. Em menos de três anos, construiu um negócio milionário que lhe permitiu levar a vida que sempre quis. Romi ama ajudar as pessoas a desenvolverem o seu potencial para que, assim como ela, todos tenham liberdade para escolher como querem viver, trabalhar, criar a família e se divertir. Mora em San Diego, nos Estados Unidos, com o marido, John, e os filhos, Nate e Bebe.

VER PERFIL COMPLETO

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados